O TDAH, também conhecido como Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, já atinge cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil. Esse distúrbio mostra seus primeiros sinais  na infância, mas o que poucos sabem é que na maioria dos casos, os sintomas perduram para toda a vida, manifestando-se em diversos aspectos da fase adulta. Por isso, no artigo de hoje vamos falar sobre os sinais de TDAH no adulto.

O que é o TDAH?

O TDAH é um distúrbio de ordem neurológica que se manifesta sob a forma de impulsividade, desatenção, falta de foco e hiperatividade, comprometendo o desempenho na escola, no trabalho e interferindo nas relações interpessoais. Esse transtorno está ligado a pequenas alterações na parte frontal do cérebro, região responsável pelo controle da atenção e do comportamento humano. São 3 os tipos de TDAH.

Sinais de TDAH em adultos - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

TDAH Tipo Hiperativo

Pessoas com TDAH do tipo hiperativo apresentam inquietação constante, têm dificuldade em permanecerem sentadas. Durante uma conversa é comum interromperem aquele que fala e falar de maneira agitada.

TDAH Tipo desatento

O TDAH do tipo desatento caracteriza-se por tornar comum ao indivíduo perder coisas, esquecer eventos, seguir etapas, organizar determinadas tarefas, evidenciando um dos sintomas mais comuns, que é a distração.

TDAH combinado

Já no TDAH do tipo combinado, como o próprio nome já diz, há uma combinação de no mínimo 6 sintomas do tipo hiperativo e 6 sintomas do tipo desatento.

Agora que você já entendeu o que é e quais são os tipos de TDAH, vamos falar sobre algo que entendemos, o cérebro.

O cérebro da pessoa com TDAH

Por muito tempo a pessoa que sofria de TDAH era alvo de preconceito, sobretudo na infância e adolescência, período em que suas inquietações e falta de atenção eram vistas como uma forma de desobediência.

Sinais de TDAH em adultos - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

As pesquisas na área têm mudado este cenário. Isso porque estudos mostraram que o cérebro de pessoas com TDAH desenvolve-se de forma diferente dos demais.

Os pesquisadores observaram que o córtex cerebral, cujo papel na manutenção da memória, atenção, pensamento e linguagem é essencial, aumenta sua espessura antes de atingir seu ápice na adolescência.

No entanto, em pessoas com TDAH esse desenvolvimento é mais lento, sobretudo nos lobos frontal e temporal, regiões essenciais para a memória e também para o comportamento.

Essas são pesquisas importantes tanto para que o diagnóstico possa ser feito mais rapidamente quanto mais preciso, além disso, contribuem em grande medida para combater o preconceito a qual estão associados os sintomas do transtorno.

Sintomas de TDAH nos adultos

  • Dificuldade para manter a atenção e concentração durante uma tarefa;
  • Distrai-se facilmente em função de estímulos externos ou pensamentos irrelevantes;
  • Dificuldade em executar tarefas de forma sequencial e seguir rotinas;
  • Falta de organização;
  • Frequentes alterações de humor;
  • Maior incidência de acidentes de trânsito;
  • Tomada de decisão impulsiva;
  • Recorrente esquecimento de reuniões e datas importantes;
  • Instabilidade profissional.

TDAH nas telas, você sabia?

O TDAH não é o único transtorno que interfere na vida das pessoas.

O transtorno alimentar, transtorno de ansiedade generalizada, depressão, bipolaridade, transtorno obsessivo compulsivo são também disfunções que comprometem e interferem no cotidiano de milhares de pessoas ao redor do mundo. Talvez você já tenha escutado sobre algum deles.

Se você alguma vez já assistiu ou conhece a animação da Walt Disney do Ursinho Pooh, sabe que o protagonista é apaixonado por mel, não é mesmo?

Mas o que talvez você não saiba é que  embora não existam evidências claras, há fortes indícios de que todos os personagens do desenho representam algum transtorno mental. 

Sinais de TDAH em adultos - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Ursinho Pooh, por exemplo, possui transtorno alimentar, tendo em vista seu desejo recorrente por comer mel. O personagem manifesta sintomas de TDAH por meio de seus pensamentos aleatórios e a falta de foco.

Já Leitão demonstra um constante comportamento ansioso e também preocupa-se com qualquer acontecimento que não tenha sido planejado, que seja fora do comum. Fora das telas, esse comportamento caracteriza o transtorno de ansiedade generalizada.

Tigrão é hiperativo e bipolar enquanto bisonho demonstra alguns dos sintomas de depressão. 

Interessante não é mesmo? Clique AQUI e agende agora uma aula gratuita no método SUPERA!

Categorias: Adultos

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.